Ministério da Cultura e BB Seguridade

apresentam

lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
lorem ipsum dolor sit
ADQUIRA SEU INGRESSO

o espetáculo

Após um hiato de quase 20 anos, o “5X Comédia”, uma das grandes sensações do teatro brasileiro da década de 90, concebido por Sylvia Gardenberg, produzido pela Dueto especialmente para celebrar o quinto aniversário do Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro e visto por mais de 450 mil espectadores, está de volta. Com direção de Monique Gardenberg e Hamilton Vaz Pereira, a nova montagem possui cinco esquetes escritos e interpretados por alguns dos mais incensados nomes do humor e da nova dramaturgia contemporâneos.

Nesta versão do século XXI, Bruno Mazzeo, Debora Lamm, Fabiula Nascimento, Lucio Mauro Filho e Thalita Carauta têm a incumbência de dar vida aos personagens criados, respectivamente, por Antonio Prata, Julia Spadaccini, Jô Bilac, Gregorio Duvivier e Pedro Kosovski. O espetáculo tem cenário de Daniela Thomas, iluminação de Maneco Quinderé e figurino de Cassio Brasil. O patrocínio máster é do BB Seguridade e o copatrocínio, da Renner.

MAIS UMA VEZ CINCO
(Por Isabel De Luca)

Percebendo-se ultrapassada pelas princesas contemporâneas, uma Branca de Neve lê Simone de Beauvoir na tentativa de construir uma nova mulher. Um pai de primeira viagem recorre a medidas extremas após meses de privação de sono e precisa se explicar na delegacia. Indignada com a maneira como o pet shop elege os bichos da vitrine, uma arara tem um arroubo de ódio direcionado sobretudo a um Poodle Queen. Enquanto aproveita mais um teste de elenco para filar um lanche, uma figurante sem noção tira o diretor do sério. Flavio tenta estabelecer regras para uma suruba que começa a rolar durante uma festa no apartamento emprestado da mãe.

elenco










elenco

Debora Lamm

Cria de O Tablado, mais de 40 peças como atriz e diretora, onze indicações a prêmios de teatro e quatro troféus de melhor atriz, também é integrante e fundadora da Cia OmondÉ. No cinema esteve no elenco de Muita Calma Nessa Hora l e ll ,no premiado Seja o Que Deus Quiser de Murilo Sales, 1972, Um Homem Só, entre outros. Na TV atuou em novelas como Celebridade, Um Anjo Caiu do Céu, Sabor da Paixão, Geração Brasil e diversas séries como Cilada, Junto & Misturado, Avassaladoras, A Grande Família, Louco por Elas, atualmente está no ar no sucesso Zorra. Em 2017 comemora 20 anos de carreira.

Bruno Mazeo

Bruno Mazzeo é ator, humorista e roteirista. Estreou na televisão em 1991, como redator do programa “A Escolinha do Professor Raimundo”. Nos anos seguintes, escreveu para atrações da Globo, como “Sai de Baixo”, “A Diarista” e "Junto & Misturado". Como ator, divide seus trabalhos entre o cinema, a televisão e o teatro. Atuou recentemente na novela “A Regra do Jogo” e na peça “Sexo, Drogas e Rock’n'Roll”. Estrelou e escreveu ainda os longas “Muita calma nessa hora” 1 e 2 e “Cilada.com”, originado pela série Cilada, que teve seis temporadas no Multishow, além de "E ai, comeu?".

Fabiula Nascimento

Com 20 anos de carreira, coleciona papéis em diversas novelas, como “Velho Chico”, “I Love Paraisópolis”, “Boogie Oogie”, “Joia Rara” e “Avenida Brasil”. A atriz também esteve nas séries “O Canto da Sereia”, “Força Tarefa”, “A Grande Família” e “Casos & Acasos”. No cinema, atuou nos filmes “Não Se Pode Viver sem Amor” e “Estômago” e esteve nas montagens “De Graça, mas tem que pagar” “Macbeth”, “Cintaligas”, “Mulheres do Chico” e “Medea Material”.

Thalita Carauta

Atualmente está no programa Novo Zorra, e acabou à pouco, mais uma temporada do programa Chapa Quente. A primeira novela que fez foi "Páginas da Vida", mas seu primeiro sucesso popular, aconteceu com o programa do Zorra Total, com a personagem Janete. No cinema ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante, pelo prêmio da Academia de cinema, com o filme, "O Lobo atrás da porta". Fora isso, se destacou nos filmes S.O.S Mulheres ao Mar 1 e 2, nos quais foi uma das personagens principais, a Dialinda. Além disso, atuou em várias peças, entre elas, "Os Suburbanos".

Lucio Mauro Filho

Além de integrar o elenco de “A Grande Família”, um dos grandes sucessos da TV Globo, que ficou no ar de 2001 a 2014, o ator participou de diversas atrações da emissora, como “Zorra Total” ,"Sexo Frágil” e "Nova Escolinha do Professor Raimundo". No teatro participou de grandes sucessos como "Lisbela e o Prisioneiro" de Guel Arraes, "O Mágico de Oz" de Moeller e Botelho, produziu, dirigiu e atuou na peça “Lucio 80-30”, ao lado do pai, o ator Lucio Mauro, e recebeu o Prêmio Zilka Sallaberry de melhor diretor, em 2012, pelo espetáculo "Uma Peça Como Eu Gosto". No cinema, esteve em filmes como “O Coronel e o Lobisomem”, “Vai Que Dá Certo 1 e 2” , “Entrando numa Roubada” e “Elis”, no papel de Miéle, que estreia em novembro de 2016.

autores










autores

Julia Spadaccini

Em “Branca de Neve”, de Julia Spadaccini, a personagem vivida por Debora Lamm luta para se desapegar da vida de princesa. Duplamente indicada ao Prêmio Shell de melhor autor — pelos espetáculos “Aos domingos” e “A porta da frente” – e uma das roteiristas do seriado “Tapas & beijos”, sob a batuta de Cláudio Paiva, na TV Globo, ela estreou no cinema como colaboradora, ao lado de Marcelo Saback, no roteiro do filme “Loucas pra casar”, dirigido por Roberto Santucci. No teatro, a autora assinou a adaptação do livro “Vida sexual da mulher feia”, de Claudia Pages, em um monólogo estrelado por Otávio Müller.

Antonio Prata

Primeiro texto do escritor e roteirista Antonio Prata para o teatro, “Nana, nenê” retrata o desespero do clarinetista Rodrigo (Bruno Mazzeo), um pai enlouquecido entre escolas de mamada e de métodos para fazer o bebê dormir. Roteirista e autor contratado pela Rede Globo, onde colaborou nas novelas Bang Bang, de seu pai Mário Prata e Carlos Lombardi, além de Avenida Brasil e A Regra do Jogo, ambas de João Emanuel Carneiro, Antonio escreve aos domingos no caderno Cotidiano da Folha de S. Paulo. Em 2015 escreveu o piloto de "Os Experientes", dirigido por Kiko e Fernando Meirelles, vencedora do prêmio APCA de melhor série de televisão. Escreveu para a revista Capricho (2001 a 2008) e para o jornal O Estado de S. Paulo (2003 a 2009), e, em 2012, foi incluído na edição brasileira da revista Granta como um dos vinte melhores escritores nacionais com menos de 40 anos. Em novembro de 2013, publicou o livro de contos e crônicas Nu, de botas, pela editora Companhia das Letras.

Jô Bilac

No esquete “Arara vermelha”, Jô Bilac personifica uma arara (Fabiula Nascimento) indignada com a maneira como o pet shop elege os bichos da vitrine, em um arroubo de ódio direcionado sobretudo a um Poodle Queen. Expoente de uma geração de dramaturgos revelada em meados dos anos 2000, Jô Bilac celebra, em 2016, dez anos de carreira e da fundação da Cia. Teatro Independente. Premiado por sucessos como “Rebu”, “Savana glacial” e “Conselho de classe”, o autor vem ganhando notoriedade internacional com textos encenados na Colômbia, nos EUA, na Itália, na Suécia, na Alemanha e na Inglaterra. Reconhecido pela sofisticação de suas tramas, diálogos e personagens, Bilac agora dá um novo passo em sua dramaturgia, se aproximando do audiovisual. Em 2017, ele lança a primeira adaptação cinematográfica de uma de suas peças, “Limpe todo sangue antes que manche o carpete”, onde também assina o roteiro.

Pedro Kosovski

Em “Milho aos pombos”, de Pedro Kosovski, Thalita Carauta interpreta uma eterna aspirante a atriz. Pedro começou como ator na escola O Tablado e, desde 2008, assina textos do grupo. Fundador da Aquela Cia de Teatro, ao lado de Marco André Nunes, o dramaturgo assinou o texto de “Lobo Nº1 – A Estepe” (2008), “Do Artista Quando Jovem” (2010), “Outside, um Musical Noir” (2011), que lhe rendeu as primeiras indicações a prêmios, “Cara de Cavalo” (2012), vencedor do Prêmio Questão de Crítica e indicado ao Shell, e “Edypop” (2014). Com Caranguejo Overdrive, levou três estatuetas do Prêmio Shell 2016, nas categorias melhor autor, diretor e atriz.

Gregório Duvivier

“Regras de convivência”, contribuição de Gregório Duvivier, nos leva a um ensaio frustrado de sexo grupal, e da compreensão do termo “Poliamor”, protagonizado pelo personagem de Lucio Mauro Filho. Ator, humorista, roteirista e escritor brasileiro, Gregório ficou conhecido pelo seu trabalho no cinema e no teatro e, a partir de 2012, destacou-se como um dos criadores dos esquetes da série Porta dos Fundos, veiculada pelo YouTube. É autor dos livros A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora, Ligue os pontos - Poemas de amor e Big Bang e Put Some Farofa. Assina uma coluna semanal na Folha de S. Paulo.

ficha técnica










ficha técnica

Direção:
Monique Gardenberg

Em 1982, ao lado da irmã Sylvia Gardenberg, fundou a Dueto Produções, criando e produzindo eventos culturais de grande porte e de repercussão nacional e internacional. Em 1989, Monique cursou a escola de cinema da New York University. A partir de então, desenvolveu uma forte relação com o gênero, escrevendo e dirigindo os filmes Day 67 (1989), Diário Noturno (1993), Jenipapo (1996), Benjamin (2003), Ó Pai, Ó (2007), exibidos em festivais de cinema internacionais como Sundance, Toronto e Veneza. Ainda como diretora, assinou os especiais de TV Caballero da Fina Estampa e Prenda Minha, de Caetano Veloso. E, no teatro, as peças Os Sete Afluentes do Rio Ota, de Robert Lepage (2002), Baque, de Neil Labute (2005), Um Dia, no Verão, do autor norueguês Jon Fosse (2007), Inverno da Luz Vermelha, de Adam Rapp (2010), e O Desaparecimento do Elefante (2012), adaptação dos contos de Haruki Murakami. Entre seus últimos trabalhos como diretora artística estão os projetos Nivea Viva Tom Jobim e Nivea Viva O Samba, além do circuito de shows Banco do Brasil Covers. No cinema, se prepara para dirigir A Caixa Preta, adaptação do livro homônimo de Amos Oz, em que assina o roteiro, e Ó Paí, Ó 2.

Direção:
Hamilton Vaz

Diretor, autor, ator, compositor e diretor musical, Hamilton foi o líder do Asdrúbal Trouxe o Trombone, grupo carioca que invadiu a cena com temática, personagens e modo de representar próprios da geração jovem da década de 70. Em 1995, dirigiu a primeira montagem de 5 x Comédia, espetáculo que foi sucesso de bilheteria. Em seguida, o autor e diretor retornou à interpretação livre dos clássicos, seja dos gregos, Uiva e Vocifera, 1997, ou, de William Shakespeare, Omelete, escrito por José Roberto Torero,1998. Hamilton é um artista múltiplo, assinando sempre mais de uma criação nas fichas técnicas de seus espetáculos.

Cenografia:
Daniela Thomas

Vencedora dos prêmios “Golden Triga”, da Quadrienal de Cenografia de Praga, e os prêmios SHELL, APTESP, APCA e APTR, entre outros, criou o cenário de inúmeras peças de teatro e óperas em vários países, além de exposições como Clarice Lispector - A Hora da Estrela. Assinou a cenografia e a direção de arte da elogiada cerimônia de abertura dos Jogos Olimpícos Rio 2016.

Iluminação:
Maneco Quinderê

Maneco Quinderé aliou técnica à intuição para criar projetos de luz que desde a década de 80 dominam a cena cultural do Brasil. Discípulo dos mestres Aurélio de Simoni e Luis Paulo Neném, o iluminador assina obras-primas para espetáculos, shows, balés, óperas, desfiles, exposições e parcerias com grandes arquitetos. Trabalhou com Caetano Veloso, Maria Bethânia, Chico Buarque, Milton Nascimento, Frejat, Vanessa da Mata e Sandy. Desde 2000, é o nome por trás das concepções de luz dos desfiles mais importantes das semanas de moda de São Paulo e Rio de Janeiro. Seus 30 anos dedicados à iluminação o transformaram em um dos mais conceituados profissionais em atividade no país: são quatro prêmios Shell, três Mambembe, outros três prêmios Sharp, além de dois Molière e um Menção Honrosa do governo de São Paulo por seu legado.

Figurino:
Cassio Brasil

Cenógrafo, figurinista e diretor teatral, concebeu a cenografia dos espetáculos A Coleira de Boris e Cardênio, dirigidos por Marco Antonio Rodrigues; Tecnomacumba - Show, de Rita Ribeiro, e Memórias do Subsolo, de Dostoievski, entre outros. Como figurinista, trabalhou nos espetáculos Frankensteins e Ricardo III, com direção de Jô Soares (premio Shell de Figurino); Um Número e A Caixa, dirigido por Bete Coelho; Fábula do Chef, dirigido por William Pereira; e de montagens das óperas O Barbeiro De Sevilha, Dom Pasquale, A Força Do Destino e O Guarani, entre outros. No cinema, assinou o figurino de longas-metragens como Linha De Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas, Insolação, de Felipe Hirsch, e Falsa Loura, de Carlos Reichembach.

ingressos onde comprar

São Paulo

Teatro Frei Caneca 10 de março a 30 de abril de 2017

Rua Frei Caneca, 569- Shopping Frei Caneca, 7º Andar.
Ingressos a venda na bilheteria do teatro ou no site www.bit.ly/5XComediaSP-INGRESSOS
De Sexta a Domingo.






notícias

Giulliana Succine prestigia Bruno Mazzeo e Fabiula Nascimento em teatro no Rio

Ler matéria >
"5X Comédia" conta com grandes nomes do humor da nova geração

Ler matéria >
"5X Comédia" ganha nova montagem

[Sopa Cultural /Online - 30/08/2016 Pág: Online - Redação]

Ler matéria >
Fabíula Nascimento exibe o novo visual em coletiva de peça

[O Fuxico /Online - 07/09/2016 Pág: Online]

Ler matéria >
DEPOIS DE 20 ANOS, "5X COMÉDIA" REESTREIA NO RIO COM BRUNO MAZZEO, FABÍULA NASCIMENTO, LÚCIO MAURO FILHO, DEBORA LAMM E THALITA CARAUTA NO ELENCO

[Heloisa Tolipan /Online - 08/09/2016 Pág: Online]

Ler matéria >
"5x Comédia" volta aos palcos do Rio com Bruno Mazzeo no elenco

[O Globo /Online - 10/09/2016 Pág: Online - Extra]

Ler matéria >
5X COMÉDIA

[Aouila no Teatro /Online - 27/09/2016 Pág: Online - Marcelo Aouila]

Ler matéria >
Lúcio Mauro Filho nos conta sobre seu (peculiar!) personagem na peça “5x Comédia”

[Jornal do Brasil /Online - 22/09/2016 Pág: Online]

Ler matéria >

galeria de fotos

lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb
lorem ipsum dolor sit thumb

facebook

instagram